Articles

Brooklyn Nets Acquire Landry Shamet, Bruce Brown e o Draft Rights to Reggie Perry no Comércio de Três Equipas

BROOKLYN – As Redes do Brooklyn adquiriram o guarda Landry Shamet e o Draft Rights to forward Reggie Perry, a 57ª escolha geral na segunda ronda do Projecto NBA 2020, dos Clippers de Los Angeles e guarda Bruce Brown dos Pistões de Detroit num comércio de três equipas. Os Nets trocaram os direitos do draft por Saddiq Bey, a 19ª escolha geral na primeira rodada do 2020 NBA Draft, o guarda Dzanan Musa, os direitos do draft para guardar Jaylen Hands e a segunda escolha do draft de Toronto 2021 para Detroit, e os direitos do draft para guardar/encaminhar Jay Scrubb, a 55ª escolha geral na segunda rodada do 2020 NBA Draft, para os Clippers. Para completar o negócio, os Pistons trocaram o atacante Luke Kennard, no centro de Justin Patton, a escolha da segunda rodada do draft de Portland em 2023 e as escolhas da segunda rodada do draft de Detroit em 2024, 2025 e 2026 para os Clippers, e os Clippers negociaram o guarda Rodney McGruder e considerações de dinheiro para os Pistons.

Shamet (6’4″, 190) apareceu em 132 jogos (57 partidas) em duas temporadas com Philadelphia (2018-19) e os Clippers (2019-20), registrando médias de 9,2 pontos em 42,0 por cento de tiro do campo e 40,2 por cento de alcance de 3 pontos, 1,8 rebotes e 1,6 assistências em 24,7 minutos por jogo. Na temporada 2019-20, o Kansas City, Mo., nativo nativo, viu ação em 53 jogos (30 partidas), com média de 9,3 pontos em 40,4% de tiro do campo e 37,5% de alcance de 3 pontos, 1,9 rebotes e 1,9 assistências em 27,4 minutos por competição. Como novato, Shamet dividiu a temporada entre os Sixers e Clippers, registrando médias de 9,1 pontos em 43,1% de tiro do campo e 42,2% de distância, 1,7 rebotes e 1,5 assistências em 22,8 minutos por jogo em 79 jogos (27 partidas) no caminho para as honras da Segunda Equipe All-Rookie da NBA. Shamet foi originalmente selecionado com a 26ª escolha geral na primeira rodada do Draft da NBA de 2018 pela Filadélfia depois de passar três anos (2015-18) no estado de Wichita, onde ganhou as honras de Primeira Equipe da All-Missouri Valley Conference em 2017, da All-American Athletic Conference First Team em 2018 e menção honrosa das honras All-America da Associated Press em 2018.

Brown (6’4″, 202) viu ação em 132 jogos (99 partidas) nas duas últimas temporadas com os Pistons, registrando médias de 6,3 pontos, 3,5 rebotes e 2,4 assistências em 23,4 minutos por jogo. Como novato na temporada 2018-19, Brown registrou médias de 4,3 pontos em 39,8% de tiro do campo e 25,8% de alcance de 3 pontos, 2,5 rebotes e 1,2 assistências em 19,6 minutos por jogo em 74 jogos (56 partidas). Na campanha 2019-20, Brown apareceu em 58 jogos (43 partidas) e melhorou suas estatísticas em todos os jogos, com uma média de 8,9 pontos em 44,3% de tiro do campo e 34,4% de alcance de 3 pontos, 4,7 rebotes, 4,0 assistências e 1,1 roubos em 28,2 minutos por competição. O nativo de Boston de 24 anos foi originalmente selecionado com a 42ª escolha geral na segunda rodada da NBA Draft de 2018 por Detroit depois de passar dois anos (2016-18) na Universidade de Miami.

Perry (6’10”, 250) jogou duas temporadas colegiadas (2018-20) no estado do Mississippi, registrando médias de 13,4 pontos, 8,6 rebotes e 1,4 assistências em 27,3 minutos por competição em 65 jogos (49 partidas). No segundo semestre da última temporada, Perry apareceu em 31 jogos (todas as partidas) e teve média de 17,4 pontos, 10,1 rebotes e 2,3 assistências em 31,1 minutos por jogo no caminho para ganhar as honras consensuais do All-SEC First Team dos treinadores e da mídia e ser nomeado o Co-Jogador do Ano da SEC pela Associated Press. O nativo de Thomasville, Ga., também ganhou as honras do All-SEC Freshman Team por seu jogo durante a temporada 2018-19, quando obteve uma média de 9,7 pontos e 7,2 rebotes em 23,9 minutos por jogo em 34 competições (18 partidas). Além do seu tempo com os Bulldogs, Perry competiu na equipe de basquete dos EUA na Copa do Mundo FIBA U19 de 2019, onde ganhou uma medalha de ouro, foi nomeado Jogador Mais Valioso e foi selecionado para a equipe do All-Tournament Team.

Musa apareceu em 49 jogos em duas temporadas com os Nets, com média de 4,3 pontos e 1,9 rebotes em 10,7 minutos por jogo. Em 40 jogos durante a campanha 2019-20, Musa registrou médias de 4,8 pontos, 2,2 rebotes e 1,1 assistências em 12,2 minutos por concurso. Natural da Bósnia e Herzegovina, Musa foi originalmente selecionado com a 29ª escolha geral na primeira rodada da NBA Draft de 2018 pelo Brooklyn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.